Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Que grande palhaçada!

por E esta hein, em 18.10.17

Há sensivelmente 1 ano e meio (para ser exacto, 1 ano, 4 meses e 24 dias ) nascia o meu filho prematuramente no Hospital Fernando da Fonseca.

 

Durante 1 mês inteiro a vida foi entrar e sair da unidade Neonatal do mesmo hospital onde o meu filho lutou com muita força para conquistar o que não conseguiu na barriga...um mês de medos constantes, de cansaços extremos...de rotinas irritantes e frustrantes por não ser aquilo que nenhum pai sonha para o filho...

 

No meio de tudo isso, para além da simpatia da equipa da dita unidade (que foram incansáveis e preocupados) existiu alguém que me marcou para sempre e que me fez ter um grande carinho por uma instituição.

 

Falo dos doutores-palhaços da Operação Nariz Vermelho.

 

Durante alguns dias, apareciam uns senhores cujo único objectivo era fazer toda a gente rir...com brincadeiras, palhaçadas, travessuras...apareciam para animar toda a gente, e fazer com que nos esquecessemos por momentos o sítio onde estávamos, o cansaço, o entrar no hospital de dia e sair de noite...esquecíamos tudo.

 

E se na pediatria tinham as crianças como os grandes fãs, a verdade é que numa unidade neo-natal onde os "utentes" são recém-nascidos, os grandes fãs são os pais. Muito falam da importância que esta instituição tem junto das crianças, mas aí está o que acho interessante, não são só as crianças, são os pais, são os próprios enfermeiros e médicos pelo hospital fora que também necessitam destes heróis sem capa (mas com bata) .

 

Falo deles porque a caminho de Alcântara vi algo que fiquei maravilhado, "Debaixo do Seu Nariz" é uma exposição (situada na Gare Marítima da Rocha Conde d’Óbidos em Alcântara) para festejar os 15 anos desta instituição em Portugal e para dar o mérito a estes maravilhosos seres.Até 19 de Novembro, o público poderá ver filmes, performancesworkshops de escultura, literatura e pintura assim como convidados especiais como os confirmados Maria Rueff , José Pedro Vasconcelos ou Pedro Tochas.

 

 

Espero arranjar maneira de ir ver esta homenagem e assim poder ajudar esta instituição que me ajudou tanto em tao pouco tempo. Com todo o respeito por todos os profissionais desta casa, a verdade é que não me esquecerei nunca do Dr. Chocapic, alguém que tanto "imbirrou" comigo por ser demasiado fofinho para o meu filho 

 

Assim, convido-vos a todos a irem lá conhecer um pouco da história destes homens e mulher que trabalham a brincar, e brincam para mudar as vidas de milhares de crianças e adultos.

 

Se quiserem saber mais vão a www.narizvermelho.pt sendo que os horários conhecidos são:

Horário
Quarta a sexta: 14h às 19h
Sábado e domingo: 11h às 19h
Workshops (para os mais novos)
Sábado e domingo: 11h30 e 12h30
Consultório dos Doutores-Palhaços
Sábado e domingo: 15h30 e 17h30
Rir é o melhor remédio - “Diferentes Olhares”
Sábado (28 de outubro): 15h e 16h30
Festival Louco Organizado por Palhaços com convidados especiais
Sábado: 18h e 19h

 

 Aqui fica a minha singela homenagem e tentativa de ajuda, e espero um dia poder ajudar mais!

 

Saudações eestianas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:22

Lopes, a velhota que não sabe dizer que não aos desafios...

por E esta hein, em 05.10.17

Vocês estão a ver aqueles amigos que não sabem dizer que não a um desafio? (então depois de uns copitos...) Aquele mesmo que, por muito parvo que seja o desafio, mesmo que saiba que vai correr muito mal...diz que sim e siga para concretizar o desafio?

 

E estão também a ver aquelas velhotas que acumulam tudo, mesmo que não lhes faça falta? "Ah e tal, se calhar se vais mandar fora esse móvel eu fico com ele...está disponivel, logo eu quero"...estão a ver? Aquelas senhoras para as quais nunca existe algo mau, apenas está ou não disponível?

 

E se eu vos disser que existe uma figura pública cujo currículo parece ser fruto da união das duas figurinhas que enunciei ainda agora?

 

"Eh pah! Aposto que não consegues ser Presidente da Câmara Municipal de....sei lá...deixa lá ver....Figueira da Foz...

Pumba, já está!

 

Oh está bem, agora queria-te ver a conseguires ser presidente do Sporting....

Já está....

 

(Já me estás a lixar) Ai é? Então aposto que não consegues ser primeiro ministro deste país...(em bom rigor, aposto que foi mesmo assim que o Dr. Jorge Sampaio fez a proposta...)

A sério? Não tens mesmo um desafio a sério? Algo que eu não consiga? Já está também...

 

Então agora é que vai ser...Aposto que não consegues acabar com uma entrevista que estás a dar...num canal de notícias, com poucos minutos de entrevista...e tudo por ficares de birra que te interromperam para verem o José Mourinho a chegar de férias...tenta lá ag....OH EU DESISTO!"

 

No fundo, é assim que vejo a carreira do Dr. Pedro Santana Lopes...se está disponível, o PêPê quer....se acham que ele não consegue, o PêPê consegue...

 

Assim que Pedrito Coelho disse vou-me embora, vou partir mas tenho esperança (referência mais que necessária e pouco utilizada, por incrível que pareça) logo Pedro, o acumulador ligou aos amigos (embora diga que não lhe ligaram) e perguntou se não tinham novos desafios para fazer...

Veremos agora se mais uma vez, consegue ganhar mais uma aposta...

 

Saudações Eestianas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16

As Aventuras de Pedro Coelho

por E esta hein, em 04.10.17

Pedro Coelho já é um animal antigo, embora continue a parecer um jovem...

Pedro Coelho erra muito, próprio da idade, mas pensa que está a fazer bem...

Pedro Coelho pensa que faz muito, contudo podia fazer muito mais...

Pedro Coelho precisava de amigos para ter força, mas acaba por ter apenas 2 ou 3...

Pedro Coelho acha que é atrevido, mas isso faz com que se meta em muitos sarilhos...

Pedro Coelho já devia ter desistido há algum tempo, e continuou...

 

Pedrito Coelho é isto tudo...e para o ano Pedro Coelho vai ter um filme a estrear na Primavera com vozes de James Corden e Margot Robbie entre outros...

 

Espera, mas vocês estavam a pensar que eu estava a falar do....mas por causa do.....não...talvez não....acho que não....

 

Saudações Eestianas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

As Autárquicas - O musical

por E esta hein, em 02.10.17

Numa fase da vida das pessoas em que os musicais voltaram a ser moda (entre Óscares para o La La Land a musicais sobre a Simone de Oliveira), tendo em conta os resultados das autárquicas de ontem e sendo ainda que ontem se comemorou o Dia Internacional da Música, qual a melhor forma de forma sucinta conseguir relatar-vos o dia de ontem? Acertaram...de forma musical.

Assim, apresento-vos em primeira mão o projecto do próximo musical a estrear bem perto de vocês!

 

1º Ato - Dizer que não (Oeiras)

Inicio da nossa Estória (sim porque para a história ficará o facto do ex-recluso ser novamente presidente) onde milhares de eleitores lutam contra o seu íntimo para não voltarem para aquela ex-namorada que lhes fazia tão mal quanto bem, mas que no final cedem a esse amor proibido....tóxico....mas que sabe tãããããoooooo beeeeemmmm....

 

2º Ato - Burguesinha (Lisboa)

 Passamos agora para a menina de bem, que veste calças e botas quando vai aos bairros sociais, mas que mesmo sem saias ganha o coração de novos eleitores, deixando Pedrito Coelho com poucas cenouras, para o que parece vir a ser um Inverno rigoroso...

 

3ª Ato - My Way (Porto)

Neste 3º Ato, veremos o conto do homem do nuorte mais que independente, que fazendo as coisas à sua maneira (bem ou mal) consegue uma vez mais mostrar que sozinho, é mais giro....bem...nem sempre...vocês perceberam...(porque é que continuo a achar que alguém vai ler isto?)

 

4º Ato - Don't You Want Me Baby (Almada)

Esta é a história daquela namorada de longa data, daquela mesmo que achavam que nunca ia acabar, mas que se vê trocada pela rapariga nova, mais gira, famosa....e que vos chateia todas as noites perguntando porque não a querem mais...Uma namorada de 41 anos, já agora....

 

5º e último ato - 20 Anos (Amadora)

Para acabarmos esta peça tão linda, tão cheia de conteúdo...vá....tão parva....nada como acabar em amor...um amor rosinha, tão fofinho, tão multicultural, tão duradouro...que nenhuma barraca irá conseguir derrubar...bem, a barraca vai mesmo ser derrubada...mais uma vez, vocês perceberam...

 

Espero que tenham gostado desta nova peça, espero que Filipe La Féria saiba deste projecto e efectivamente torne este meu sonho em realidade...Já agora, o FF tem que entrar ok? 

 

Saudações Eestianas 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

Ó D. Rosa, não se sente aí...

por E esta hein, em 28.09.17

Quando Rosa Parks se recusou a ceder o seu lugar (na zona dos "coloridos") a um caucasiano que tinha entrado e não tinha lugares para sentar, pouco saberia que em 2017 uma portuguesa iria querer voltar a tempos de segregação, neste caso a nível de género.

 

Joana Amaral Dias, candidata à Câmara Municipal de Lisboa pelo movimento ‘Nós, Cidadãos!’, ex-deputada do Bloco de Esquerda e ainda antiga comentadora do 5 para a Meia-Noite (adorava que o ponto alto da carreira dela um dia fosse este) acha que existe um flagelo enorme nos transportes públicos...os apalpões às senhoras...

 

E qual a solução desta senhora? Lugares reservados para as “mulheres que não quiserem ser apalpadas”, ou seja, lugares à parte para as senhoras que achem que estão a ser assediadas e assim estão protegidas desses malvados homens que vão para o trabalho com o único propósito que é "Afalfá-las Vem" 

 

Antes de mais, um pequeno reparo, como assim só as mulheres andam a ser apalpadas? Senhoras, onde andam os vossos ideais de igualdade? Onde estão as apalpadeiras? Nós também queremos ser apalpados...

 

Pensando nisto como deve de ser, e após consulta exaustiva com os meus pares, decidi...se me elegerem a mim, criarei antes lugares onde homens e mulheres (direitos iguais) poderão ir apenas com o propósito de serem apalpados, apenas para o chavascal...Votem em mim...

 

Brincadeira e estupidez à parte (foi a Joana que começou, quem diz é quem é), não é normal que em pleno 2017, com tudo o que se foi avançando a nivel social, ainda existam pessoas que achem que a solução para um problema (que acredito ser algo existente) não é tentar combater efectivamente o problema mas sim mascará-lo e ainda mais com opções de segregação.

 

Assim tenho ainda mais soluções:

- Proibição de se andar com dinheiro ou mesmo cartões de Multibanco, para evitar assaltos

- Cuecas de aço para todos com cadeados de modo a evitar violações

- Não transmitirem jogos de futebol onde certos clubes (como o meu) levam 5-0, para evitar...pois não sei o que evita, mas era preferível não ter visto

 

Por curiosidade, e se quiserem ver outras propostas absurdas de candidatos autarquicos, poderão ver em NIT.PT (https://nit.pt/out-of-town/back-in-town/as-propostas-mais-originais-dos-candidatos-as-autarquicas) propostas como "valorizar a mulher e beleza feminina" em Faro, Aeroportos em Coimbra ou moedas locais na Guarda.

 

Saudações Eeestianas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:17

Não Plagiarás o Próximo - To Love Somebody

por E esta hein, em 25.09.17

Neste tão esperado regresso do E Esta Hein?! (esperado por milhares de pessoas...vá, centenas de pessoas...ok, obrigado Mãe por quereres o regresso do blog ), nada como pegar numa rubrica antiga, dar-lhe um nome novo e dizer "Não Percam! Nova Rubrica no E Esta Hein?!".

 

Assim, e inspirado pelas recentes polémicas relativamente ao Sr. António que copiava músicas de intérpretes franceses, mexicanos e tudo o que vendesse discos, a rubrica que vos põe a votar (deve pôr) no melhor cover a uma determinada musica voltou, com um novo nome, mas com a estupidez do normal 

 

A música que vos trago hoje foi escrita em 1967 pelos irmãos Barry e Robin Gibb, pedida pelo agente da banda dos irmãos Robert Stigwood e supostamente para ser cantada por um senhor chamado Otis Redding. Foi lançada pelos Bee Gees em Julho do mesmo ano, e curiosamente, uma vez que Otis faleceu no final de 67, nunca chegou a gravar a música.

 

A mesma tornou-se uma das baladas mais conhecidas da banda dos 3 irmãos nascidos na Ilha de Man (que como toda a gente sabe só nascem homens nesta mesma ilha....peço desculpa pela vergonha que acabaram de sentir a ler a minha piada) e foi regravada por artistas diversos como Janis JoplinBonnie Tyler ou Michael Bolton (ainda com os seus caracóis loiros)

Foi também gravada pelos 2 intérpretes que eu escolhi para hoje e que vos deixo para votação, Lady Nina Simone (que gravou a sua versão em 1969) e pelo crooner Michael Bublé (que gravou a sua versão em 2013 para o álbum To Be Loved)

Não Plagiarás o Próximo - To Love Somebody Cover

Versão Bee Gees

Versão Nina Simone

Versão Michael Buble

Saudações Eestianas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21

Sr. Ministro, preciso de ajuda...

por E esta hein, em 27.03.12

"Mãe, estou cheio de fome..."

"Cala-te que a Secretaria de Estado da Cultura deixa-nos entrar de borla nos museus..."

 

A notícia do JN diz assim...

 

"Os desempregados podem, a partir desta terça-feira, Dia Mundial do Teatro, entrar gratuitamente nos museus, monumentos e palácios tutelados pelo governo e ter descontos para espetáculos nos teatros nacionais.

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC) pretende, com esta medida, que as pessoas que têm hábitos culturais não tenham "o seu acesso à cultura limitado por se encontrarem numa situação de desemprego".

Desta forma, os desempregados passam a entrar gratuitamente nos museus, monumentos e palácios tutelados pela SEC.

No caso da rede dos museus nacionais, conta com 28 espalhados por todo o país e mais cinco palácios nacionais sob a tutela direta do Instituto dos Museus e da Conservação.

Os desempregados passam ainda a ter descontos nos Teatros Nacionais, Cinemateca e Companhia Nacional de Bailado (CNB), limitados a um número máximo por sessão definido pelos próprios organismos.

Para entrar na Cinemateca, uma pessoa em situação de desemprego passa a pagar um bilhete com valor fixo de 1,35 euros, enquanto que seis euros é quanto lhe vai custar o preço fixo para entrar no Teatro Nacional D. Maria II."

 

A sério? Acham mesmo que este é o principal problema de um desempregado??? Não poder ir ao museu??? Ou ao teatro??? E o não ter dinheiro para colocar comida na mesa, não ter dinheiro para pagar a renda, não poder dar aos filhos o que eles querem? O não ter subsídio de desemprego porque o antigo patrão nem descontos fazia?

 

Acho bem que criem hábitos de cultura no povo (porque a generalidade das pessoas não tem esses mesmos hábitos) mas por amor da Santa, esta notícia parece quase anedótica...

 

E já agora, então e aquela faixa do Zé Povo, aqueles que por enquanto lhes chamam classe média (mas que de média não têm grande coisa), que lutam todos os meses para pagar e cumprir com as obrigações (e que a esforço conseguem mesmo que fiquem quase a zeros no fim do mês), não têm direito a descontos?

 

Enfim...é este o povo que temos...Saudações Eestianas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:20

Mas onde é que eu já ouvi isto?! "Lean on me"

por E esta hein, em 26.03.12

1 mês depois, eis que volta o "E Esta Hein?!"...Depois de um tempo em que não tive tempo nenhum (passe a redundância), volto (espero eu) de vez, para voltar a mostrar-vos coisas que me vão "tocando" no dia-a-dia, vídeos que encontro, parvoíces que me passam na cabeça (que até são muitas), coisas engraçadas e outras menos engraçadas...enfim...o que vocês já sabem...

 

Antes de voltarmos à nossa (vossa) rubrica sobre covers, quero agradecer a todos os que continuaram a visitar, a comentar e a apreciar o blog mesmo neste tempo de interregno...

 

E neste post nº 201 (esqueci-me de mencionar no último que era o 200...mais uma vez obrigado por terem ajudado a que já fossem tantos posts) a nossa votação vai ser uma "homenagem" a todos os meus amigos, a todos os que me ajudaram nestes posts e a toda a gente que gosta de mim...{#emotions_dlg.happy}

 

A música é um original de Bill Withers, chama-se "Lean on me" e fala sobre a amizade pura, sobre como nos devemos e podemos apoiar nos verdadeiros amigos, e até na reciprocidade dessa mesma amizade...É uma música que gosto muito e que me faz sempre pensar num mundo melhor (e com isto já me posso candidatar a Miss Universo! {#emotions_dlg.clown}) As versões são a original (de Bill Withers), a de uma banda germânica chamada 2-4 Family e a de Michael Bolton...Espero que gostem e toca a votar!!! Saudações Eestianas...

 

Versão de Bill Withers

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Versão de 2-4 Family

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Versão de Michael Bolton


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17

Pimbalhice tem sempre sucesso!

por E esta hein, em 23.02.12

Há músicas que, de tão básicas que são, conseguem tornar-se grandes sucessos...Recentemente, foi Michel Teló que conseguiu triunfar com essa fórmula mas a verdade é que os nossos cantores denominados "Pimba" já o fazem há muitos anos, e com uma grande criatividade...Nesse género destaca-se um grande artista de seu nome Quim Barreiros...No seu "currículo" constam músicas com letras de duplo sentido como "Bacalhau à Portuguesa", "Cabritinha", "Garagem da Vizinha" ou "O Melhor dia para Casar" e muitos outros que o tornaram num "ídolo" por parte de muito boa gente...

 

No outro dia ouvi uma música que ouvia quando era miúdo (o que os pais fazem às criancinhas {#emotions_dlg.clown}) de seu nome "Insónia" e a verdade é que não me tem saído da cabeça por ser tão engraçada...E o que estas músicas têm é que ao fim de 30 segundos da música, já toda a gente sabe o refrão pela quantidade de vezes que o repetem...Por isso todos comigo "Tua Mulher Não Dorme Mais/Passa a noite acordada/Tem noites que dá uma/Tem noites que dá duas/Tem noites que dá três/Horas na Madrugada"...Pode ser que assim o raio da música me saia da cabeça {#emotions_dlg.clown} Saudações Eestianas... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:22

Mas onde é que eu já ouvi isto?! "Will you love me tomorrow?"

por E esta hein, em 20.02.12

Depois de na semana passada termos tido uma rúbrica especial, em homenagem a Whitney Houston (na qual venceu o "I will always love you" com uns estrondosos 12 votos...um muito obrigado a todos os que votaram), hoje voltamos à fórmula original....

 

E hoje temos a 125ª música no "The 500 Greatest Songs of All Time" e foi a primeira música cantada só por uma "girl-band" (ainda nem se falava nesses termos) a chegar ao 1º lugar do Top US. Falo-vos do clássico intemporal "Will You Love Me Tomorrow" (que ficou conhecido como Will You Still Love Me tomorrow?).

 

Uma música que fala sobre amor, e sobre o medo de perder quem amamos...Uma música que abrilhantou bandas sonoras de filmes como "Dirty Dancing" e "Bridget Jones" e que hoje e durante uma semana, está aqui em votação, nas vozes de The Shirelles, Amy Winehouse e ainda os BeeGees.

Toca a votar! Saudações Eestianas.

 

Versão de The Shirelles


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

Versão de Amy Winehouse


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Versão de The Beegees

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

   

 

 

 

Votação

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

A DO DIA

Polícia Judiciária está a fazer buscas no Estádio da Luz, na sequência da investigação ao ´Caso dos emails`. A notícia foi avançada pela SIC Notícias e pela revista ´Sábado`. A residência de Luís Filipe Vieira, presidente do clube, também está a ser alvo de buscas. Fonte oficial do Benfica confirmou à Lusa a presença de uma equipa de investigação da PJ no Estádio da Luz, em Lisboa, a realizar diligências, reiterando que o clube encara estas ações com naturalidade.

Recomendação da Semana


Estas pessoas não têm vida e vieram ver o Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Mais sobre mim

foto do autor