Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Stand Up Against Discrimination

por E esta hein, em 06.12.11

Podia estar a fazer publicidade a um novo movimento mas não...Venho apenas falar de uma história que espero inspire muitas pessoas...

 

Sempre fui conhecido por ser "gozão", "parvinho" e afins por basicamente brincar com tudo...Sempre tive uma perspectiva de vida diferente e por causa disso sempre brinquei com tudo, mesmo que para os outros pudesse ser "pecado"...Contudo, nunca levo brincadeiras para o lado de ofender e fico mesmo muito chateado quando vejo crianças, adultos ou idosos a serem gozados pelo simples "prazer" de gozar...

 

Há limites para tudo, e as novas gerações têm que ser ensinadas disso mesmo...É fácil sentirmo-nos "grandes homens" por gozarmos com aquele miúdo que tem uns jeitos "amaricados" ou com aquela "badocha" da turma...Enquanto o fazemos, não gozam conosco..Somos muito bons por fazê-lo...

 

Eu gosto bastante da cor preta...Contudo, não gozo com a pessoa do meu lado porque adora azul pois não??? Então porque é que gozo com aquele rapaz porque gosta de outro rapaz? Porque é que chamo nomes à miúda da turma que gosta de uma outra miúda??? O que é que eu ganho com isso?!

 

A discriminação é algo nojento, e principalmente quando é levada a extremos...E é por isso mesmo que temos que ficar "felizes" quando vemos casos que têm finais felizes e que conseguem ser uma inspiração...Conheci uma história (que pelos vistos já era de agosto) sobre um jovem de 14 anos de seu nome Jonah Mowry...Segundo ele, sempre foi gozado (desde a 1ª classe) e começou a cortar-se (literalmente) na 2ª. Foi vítima de "Bullying" (que sempre existiu mas cujo termo está na moda) e pensou em suicidar-se...Se foi exagero próprio da idade? Talvez...Mas porque é que teve que ser levado ao extremo? Porque é que tiveram que gozar tanto com o miúdo...Por causa disso colocou um vídeo no YouTube que foi considerado inspirador... 

Ao que foi agora indicado, e devido a ter colocado outro vídeo no Youtube, a vida dele está bem melhor e já consegue ter uma vida "normal"...Agora eu pergunto, será mesmo preciso todos os miúdos colocarem vídeos na net para a discriminação acabar? Será que é necessário casos como Jamey Rodemeyer (suicidou-se devido a Bullying) para verem a estupidez que andam a fazer??? Podem dizer que são so miúdos que são "fracos" ou que "as crianças são crueis" mas se calhar se todos educarmos as crianças à nossa volta a aceitarem a diferença em vez de a apontarem e gozarem, pode ser que façamos a diferença...Eu estou a tentar fazer...E tu? Vais tentar fazer a diferença ou vais ser igual aos outros?

Para todos os que são gozados seja por orientação sexual, por "ser feio", ser gordo, ou outra característica que vos torna especial e diferente dos outros, fica aqui o meu apoio e uma música para ajudar...{#emotions_dlg.happy} Saudações Eestianas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:15


4 comentários

De CBM a 06.12.2011 às 16:45

Pelo título bem que parece uma campanha contra a discriminação. Quando o li pensei que fosse algum espetáculo de stand up comedy sobre esse tema.
Umas linhas e um vídeo abaixo e percebi que não era...é antes um excelente post sobre um tema já muito debatido mas ainda sem resultados visíveis e/ou suficientes.

Por mais que tente nunca conseguirei perceber por completo porque é que as pessoas que gozam com os outros e os maltratam fisica e psicologicamente o fazem. Sei que se deve sobretudo à ignorância e a medo de algo ou alguém diferente mas acho, ainda assim, que não justifica tais atitudes.

Este caso é de facto um caso de coragem pois trata-se de uma criança em agonia e num pedido desesparado de ajuda. Quase que um último recurso!!!

Fizeste bem em divulgar ainda que o vídeo seja extremamente difícil de ver até ao fim "a seco" (pelo menos para mim que sou uma maricas). :-P

De E esta hein a 06.12.2011 às 17:47

A verdade é que a mim o video também me tocou como a ti...Querem ver que agora também vou ser gozado e chamado de maricas???

Não sei se é por ter muitas crianças na família (e agora na família emprestada ) mas este assunto é algo que me preocupa muito, porque os miúdos (e muitos adultos) estão cada vez mais cruéis e violentos e tudo o que puder ajudar a que isso acabe, eu tento fazer

Gracias for your Komment (sou poliglota vês??? )
Beijinhos

De Teresa a 11.12.2011 às 16:52

Esta é uma das minhas musicas preferidas, porque me dá força...porque eu também sou especial http://simplesmentemeu.blogs.sapo.pt/34118.html
e apesar de nunca ter sentido discriminação extrema (felizmente) por parte de colegas na escola, ha sempre os olhares que nos magoam e deitam abaixo :( este post tocou-me.

Beijinho***

De E esta hein a 12.12.2011 às 17:29

Já li o post que colocaste nos comentários, e realmente és especial...Especial por não desistires quando muitos o fazem por muito menos...

A minha ideia era só ajudar a que a discriminação seja cada vez menor, seja qual for o motivo (que para mim não há motivos válidos mas ok)

Fico "feliz" por te ter tocado.

Beijinhos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D