Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

E esta hein?!

Um blog para falar sobre tudo....Principalmente estupidez...

30.11.18

Está despedido...estava a brincar...agora é que está despedido...brincadeira...

E esta hein

Todos nós temos aquele amigo, que diz as coisas mais absurdas do mundo e logo a seguir remata com um..."Acreditaste? Estava só a brincar..."

 

" - Ah...estes jogadores não jogam nada...deviam era levar um enxerte de porrada....

  - O quê Bruno? (nome completamente fictício)

  - Oh estava só a brincar..." 

 

"  - Ah e tal...as leis são como as virgens...são para ser violadas!

   - Desculpe?

  - Estava a brincar como é óbvio" 

 

Assim é também Luis Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica.

Primeiro foi com os jogadores do SCP

"- Ah e tal acho que vou fazer uma loucura e buscar não sei quantos jogadores do Sporting que rescindiram

(sussurrando) Sr Presidente, nenhum jogador quer vir

Ah! Mas acreditaram? Era uma brincadeira"

 

Ontem, Luis "Brincadeiras" Vieira voltou a atacar, quando despediu Rui Vitória .

Contudo, ao fim do dia, Luis Filipe Vieira veio fazer uma conferência de imprensa onde basicamente o resumo foi....."Estava a brincar, Rui Vitória é o nosso treinador" 

Peço desculpa, tenho que interromper o texto...Acaba de sair a notícia que Rui Vitória foi despedido novamente...temos até imagem já desse momento

Afinal não...Era brincadeira.... 

P.S. - cartoon de Henricartoon, se não conhecem nem vos quero no meu blog (estou a brincar...eu não tenho ninguém a ver o blog )

Bom Fim-de-Semana.

27.11.18

Abram alas para os jornaleiros (sim é para usar a música do Noddy)

E esta hein

Durante algum tempo na minha vida queria muito ser jornalista. Achava que o meu futuro era esse, e para tal estudei e fui para a universidade. Mal sabia eu que me bastava ter ido lá a um domingo e tinha tido um canudo, e entretanto quando soube foi quando ela fechou. 😂

 

Contudo, o tempo que lá passei deu-me para aprender algumas coisas, que não só deram para amar ainda mais o jornalismo, como para ver que em Portugal ele não era feito correctamente.

 

Aprendi que um jornal, um telejornal ou qualquer boletim informativo pode ter assuntos que na teoria não são tão importantes (na altura brincava-se com o sensacionalismo do extinto 24 horas por ex) mas não deixa de ter a obrigação de ser feito correctamente e de acordo com o código deontológico dos jornalistas.

 

Eu não sou muito de fofocas, mas hoje abrindo as redes sociais dei com um texto de um casal que é famoso a dar uma informação completamente pessoal e antes de tempo, algo que devia ser apenas e só destes, da família e dos seus. Contudo, uma vez que tiveram a informação que uma revista cor-de-rosa, que não obstante o seu conteúdo mais específico não deixa de ter jornalistas na sua redacção, iria fazer uma grande peça sobre a gravidez de Jessica Athayde. Assim, e como acharam que não deveria ser por uma revista que se saberia algo tão pessoal, decidiram "lixar os planos" de tal publicação.

 

Ora, que estes jovens (Jessica Athayde e Diogo Amaral) são figuras públicas é verdade, também foram eles que escolheram essa vida, mas isso não justifica arranjar factos completamente privados de alguém, seja ele quem for, para vender revistas. Como tal, vejo-me a concluir que na Universidade em que Sócrates tirou a sua Licenciatura, embora o nome desta tenha sido levado para a sarjeta, ainda me conseguiram ensinar algo que certos jornalistas não sabem. Entre elas, código deontológico, nomeadamente nos pontos:

Ponto 2 - "O jornalista deve combater a censura e o sensacionalismo..." Bem, ainda só vamos no ponto 2 e já começaram a falhar...

 

Ponto 4 - ". O jornalista deve utilizar meios leais para obter informações, imagens ou documentos e proibir-se de abusar da boa-fé de quem quer que seja... " - Tendo em conta que foram os próprios a reclamar, parece-me que também falharam este... Bem em 4 falharam 2...nada mau 😂

 

Ponto 6 -". O jornalista deve recusar as práticas jornalísticas que violentem a sua consciência. " aparentemente ou não tem consciência ou de 2 em 2 pontos eles falham.. 😂

 

Ponto 10 e para mim o mais importante nesta história - "O jornalista deve respeitar a privacidade dos cidadãos exceto quando estiver em causa o interesse público ou a conduta do indivíduo contradiga, manifestamente, valores e princípios que publicamente defende." Ora a menos que me arranjem imagens ou um texto deles a dizer que ninguém devia engravidar (lembro que Diogo Amaral é pai) acho que falharam redondamente nisto.

 

É triste para mim ver que os velhos do Restelo, aqueles que criticam tudo e são os primeiros a dizer que o jornalismo é tudo treta, e pérolas como essa, possam ter razão em alguns jornalistas... Não generalizando claro, mas a verdade é que deontologia é algo que está a faltar em vários sectores da sociedade, e neste caso concreto no jornalismo.

 

Pior que isso, é que aposto que havia muita gente que ia comprar essa revista.

Saudações eestianas.

26.11.18

Não Plagiarás o Próximo - La vie en Rose

E esta hein

A musica escolhida para hoje, é a verdadeira história de amor...as borboletas na barriga, o amor bonito...Edith Piaf escreveu em 1945 uma música falando de "Les choses en rose" oferecendo-a a Marianne Michel. Esta alterou ligeiramente, passando a cantar "La vie" em vez de "Les choses". Ironicamente, seria a autora da canção que iria ter o reconhecimento mundial com a música, que teve variadíssimas versões de vários artistas como Bing Crosby, Grace Jones ou Donna Summer e entrando em filmes como "Sabrina" (onde a própria Audrey Hepburn cantarola a música), "Prêt-a-porter" ou mais recente a nova versão de "A star is born".

Assim deixo-vos com as versões de Louis Armstrong e Michael Bublé, para além da original.

Votem bem.

        

        Versão de Marianne Michel

    

        Versão de Louis Armstrong

   

    Versão de Michael Bublé

 

12.11.18

Não Plagiarás o Próximo - Life on Mars

E esta hein

Em 1967, uma música francesa escrita por Claude François e Jacques Revaux e cantada por Hervé Gilard tinha muito sucesso na Europa. Essa música era "Comme D'Habitude" e falava sobre a estagnação numa relação e como está a perder o seu amor.

 

Em 1968, pediram a um jovem de 21 anos para escrever uma letra para essa mesma música, de modo a americanizarem a mesma. Essa letra falava sobre uma história de amor sobre um palhaço, e como nao se via o palhaço para lá da personagem. A letra foi rejeitada por Paul Anka, que faria a sua própria letra e que se tornaria no grande "My Way" cantado por Frank Sinatra.

 

Este jovem, chateado por ter sido rejeitado, criou a sua própria versão da música (a estrutura musical é a mesma), criando-a com uma letra sobre uma jovem que não se consegue adaptar ao mundo, sendo este um mundo de showbiz e futilidades.

 

Este jovem era não outro que David Bowie que criou assim uma obra-prima, música que para além de ter sido génerico de uma série Britânica com o mesmo nome, foi várias vezes usadas em bandas sonoras de várias séries e filmes.

 

Assim para cantar "Life on Mars" temos David Bowie, Seu Jorge (que gravou várias musicas de Bowie para a banda sonora do filme de Wes Anderson "The Life Aquatic with Steve Zissou") e António Zambujo (cuja versão faz parte do álbum de tributo Bowie 70, produzido por David Fonseca)

 

Só de realçar que a semana passada ganhou a grande Simone de Oliveira.

 

Saudações eestianas.

 

Versão de Bowie

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Versão de Seu Jorge 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Versão de Zambujo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Votação

 

 

 
05.11.18

Não Plagiarás o Próximo - Sol de Inverno

E esta hein

Numa altura em que a chuva voltou, trago-vos a votação o que todos pretendíamos agora...Um "Sol de Inverno".

 

Composta por Carlos Nóbrega e Sousa e Jerónimo Bragança para o Festival da Canção em 1965, a mesma foi cantada por nada mais nada menos que a grande Simone de Oliveira. 

Uma música sobre um amor que acaba, e onde a paixão e onde a vontade passa a um frio na alma e uma perdição, a música tornou-se uma das mais conhecidas de Simone, genérico de uma telenovela e também das melhores do cancioneiro português.

 

Para votação trago-vos não só a versão original, como as versões de Marisa Pinto (hoje Marisa Liz) e do jovem Tomás Adrião (vencedor do The Voice Portugal).

 

Como sempre, apresento-vos aqui as versões e convido-vos a votar...muito

 

Simone Oliveira - 1965

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marisa Pinto - 2008

Tomás Adrião - 2017

Mais sobre mim

foto do autor

Well, That's new (Sempre às 6F)

Netflix And Chill

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D